Ain't nobody tell us it wuz fair
So don't go away, say what you say, but say that you'll stay forever and a day. In the time of my life, cause I need more time, yes I need more time. Just to make things right.
1 2 3 4 5
THEME POR encantei-me | DON'T COPY + +
Ask Instagram
Archive Facebook
“No fundo todos nós temos medo do unir, do fluir pra outra parte. E a gente se esquece que o bom está exatamente em sentir parte do outro e desta forma construir juntos algo completamente novo.”
Elisa Bartlett.  (via oxigenio-dapalavra)

“Quem diz que não quer amar mais ninguém, com certeza já amou alguém como nunca.”
400.   (via novembru)

“Me desculpe, me desculpe mesmo. Por não ter percebido que aquele teu sorriso era apenas um disfarce para sua dor.”
Lucas Reis.  (via negativas)




poesiavetorizada:

Renato me entende mais do que eu mesmo consigo me entender.


“Pessoas ficam juntas durante dias, meses ou até anos. Mas de repente, puft, acabou. Mas como pode? Meu Deus. Um casal passa dezessete anos dormindo juntos, indo para casa dos sogros a cada natal, todos os amigos são os mesmos e de repente decidem terminar o relacionamento. Mas me diga, onde está o amor que diziam sentir tanto quando pensam em terminar tudo? Ok, pode-se dizer que estão brigando muito e por isso querem terminar, mas quando se pode consertar algo, para que jogar fora? Para arrumar outro sabendo que pode não ser tão bom quanto o que está jogando fora? Oh céus, mas que humanidade burra. Vocês poderiam fazer tipo uma promessa, não para o seu parceiro mas para si mesmo, “quando eu pensar em desistir, lembrarei de tudo que passamos e de como foi bom está ao seu lado e que com um pouco de calma e compreensão tudo pode voltar a ser como antes”, porque, realmente pode voltar a ser como antes, ou até melhor. Quando se ama alguém de verdade, o amor não acaba, pode esfriar um pouco a relação, afinal, dezessete anos não é pouca coisa. Mas se é verdadeiro, não tem porquê ter um fim. Você que está lendo, por favor, quando amar de verdade, faça diferente. Ser diferente é tão bom, ao invés de acabar com tudo, recomece, mas com a mesma pessoa. Faça o amor valer a pena, não façam pessoas desistirem da única coisa que ainda importa no mundo. Se não for por amor, por que viveremos?”
Prestigiador (via sincronizar)

“Você achou legal meu jeito ao contrário e minha aversão ao romance. Riu quando eu disse que eu era um problema e que surtava de vez em quando. Contei que estrago meus relacionamentos e gosto de magoar sem querer quem eu gosto, você fingiu que não tinha escutado e perguntou que tipo de música eu gostava. Continuei com a história do meu antigo namoro e expliquei como sou traumatizada com tudo. Você só prestou atenção na hora em que eu cantei o refrão da música do Legião Urbana. Juro que fiz de tudo pra te avisar. Mandei você ficar longe de mim. E você quis ficar mesmo assim. Sempre tive pena de quem gosta de mim. Pior ainda é quando eu gosto também. Você não sabe no que se meteu. Pobrezinho. Não consegue ver? Acabei de pôr um letreiro escrito problema na minha testa. Em néon. Que brilha no escuro. E você ainda não correu. Ou é louco ou eu achei o cara certo.”
Iolanda Valentim.  (via odeio-odiar-voce)

Há 1 semana · 8.742 notas · reblog
originally ivalentim · via p-rince
“Não venham reclamar do meu jeito, não vou perder o meu tempo lhes ouvindo. Há uma razão, há motivos para eu ser isso que sou hoje. Ninguém sabe, ninguém entende, ninguém sentiu tudo o que eu já senti. Não levem a mal, nem sempre a intenção é ser grossa, fria ou até mesmo ser rude em minhas palavras, isso tudo não passa de uma proteção, entende? Não é tão fácil assim se doar, ser legal e de repente as pessoas simplesmente partirem da minha vida sem mais, nem menos. Hoje sou assim, evito ao máximo as chegadas, para não sofrer mais uma vez com a dor das partidas.”
Cambaleei.   (via auroriar)

Há 1 semana · 492 notas · reblog
originally cambaleei · via auroriar
“Diz que já não sente nada, que superou que esqueceu, mas toda santa noite alimenta as lembranças com fotos, relembra as guerras perdidas, as saudades cortantes, as esperas intermináveis. Percebe que tem tudo de alguém que já não tem mais. E se pergunta bem baixinho do que sente falta - mas não responde, congela, se engana.”
— Sean Wilhelm. (via gratificado)

“Vasculhando nas memórias algum assunto, encontrei a carta que eu rabisquei na capa de um livro: “pra você”, era o destinatário. Não sei por que não mandei, talvez não quisesse passar a limpo o passado. Em letras garrafais eu te dizia: “acertei o caminho não porque segui as setas, mas porque desrespeitei todas as placas de aviso”. E achei curioso eu usar essa metáfora sem nem ao certo saber o que queria te dizer com isto. E depois de repousadas aquelas palavras eu percebi quanta coisa eu escrevi pra você, querendo dizer pra mim. Porque eu jamais chegaria aonde cheguei se só andasse em linha reta. Tive que voltar atrás, andar em círculos, perder dias, perder o rumo, perder a paciência e me exaurir em tentativas aparentemente inúteis pra encontrar um quase endereço, uma provável ponte: a entrada do encontro. Você tão ocupado com seus mapas, tão equipado com sua bússola, demorou tanto, fez sinais de fumaça e não veio. Você simplesmente não veio. Mas me ensinou a intuir caminhos certos, a confiar nos passos, a desconfiar dos atalhos. Porque eu estava do outro lado e só. Sem amparo. Mas caminhava. E você estava absolutamente equipado com seu peso. E impedido de andar por seus medos.”
Marla de Queiroz. (via oxigenio-dapalavra)

“Esse negócio de sempre esperar a minha iniciativa me cansa. Qualquer dia desses você esperará por alguma mensagem minha que seja, e não receberá nada. Mandará uma perguntando: Acabou os créditos? E eu direi: Não, acabou a paciência.”
Allax Garcia. (via revivenciador)

Há 1 semana · 29.097 notas · reblog
originally allaxg · via hipnoze

“Pensei em sumir. Desaparecer. Despistar. Fingir. Só que eu não vou. Vou me esforçar e acreditar que tudo vai ficar bem. A esperança nos mantém vivos, certo? A fé nos faz andar para a frente, certo? Então tá certo. Ficamos combinados dessa forma. Não espere poesia, linhas bem feitas, palavras bonitas. Simplesmente não posso. Agora não. Não sou de ferro. E está doendo.”
Clarissa Corrêa.    (via auroriar)