Ain't nobody tell us it wuz fair
So don't go away, say what you say, but say that you'll stay forever and a day. In the time of my life, cause I need more time, yes I need more time. Just to make things right.
1 2 3 4 5
THEME POR encantei-me | DON'T COPY + +
Ask Instagram
Archive Facebook
“A moral da história é velha, amiga: livre é quem pensa por si mesmo.”
Gabito Nunes (via auroriar)

Há 4 dias · 16.291 notas · reblog
originally ga-bi-to · via auroriar

“Às vezes me lembro dele. Sem rancor, sem saudade, sem tristeza. Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. Nunca mais o vi, depois que foi embora. Nunca nos escrevemos. Não havia mesmo o que dizer. Ou havia? Ah, como não sei responder as minhas próprias perguntas! É possível que, no fundo, sempre restem algumas coisas para serem ditas. É possível também que o afastamento total só aconteça quando não mais restam essas coisas e a gente continua a buscar, a investigar – e principalmente a fingir. Fingir que encontra. Acho que, se tornasse a vê-lo, custaria a reconhecê-lo.”
Caio Fernando Abreu. (via carencias)

“Temos que nos bastar, nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém. As pessoas não se precisam, elas se completam. Não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida. Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida. Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.”
Mário Quintana.   (via oxigenio-dapalavra)

“Eu não tenho paciência para esperar o meu grande amor chegar, não perco meu tempo observando a vida pela janela, eu participo, eu sou ela.”
Fred Medeiros.     (via julgando)

Há 6 dias · 6.036 notas · reblog
originally autorias · via julgando


Há 1 semana · 33.284 notas · reblog
originally 9051 · via surgiu
“Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.”
Carlos Drummond de Andrade (via poeta-filosofo)


“Não consigo aceitar nenhum tipo de amor porque nenhum tipo de amor me parece do tamanho do buraco que eu me tornei.”
Tati Bernardi.  (via julgando)

“E eu te conto um segredo, baixinho: não há ninguém como você. Nem no meu passado, nem no meu futuro. Você conseguiu calar todos os meus traumas e medos. Todo o passado, agora, é só uma lembrança embaçada e sem graça de uma vida pré-você. Todos os fantasmas foram embora. Toda a complicação deu espaço pra essa coisa boba de ser feliz por nada. E não existe alguém comparado à você, amor. E não vai existir, disso eu tenho certeza. É só você. Você, que tratou de ocupar todos os espaços que estavam faltando na minha vida. Que me fez querer ser uma pessoa melhor. Que me faz sorrir sozinha por imaginar como tudo ficou tão simples desde que você chegou.”
Iolanda Valentim.  (via julgando)

“Passei tanto tempo, me importando, me chateando, ligando, correndo, fazendo das tripas corações para segurar o amor que restava nas costas. Agora eu prometi a mim mesma que não carregaria mais nada, peso nenhum sozinha. Não importo tanto, não me chateio tanto, não ligo tanto, não corro tanto e adivinhem só? Também nem preciso segurar mais amor nenhum, parece que agora ele vive flutuando e me acompanhando sempre. Quando eu parei de procurar ser amada, parece que o mundo começou a me amar mais.”
Tati Bernardi.  (via auroriar)

“A realidade me dói tanto que faço dela a minha arte.”
Elisa Bartlett (via oxigenio-dapalavra)